Quem pode solicitar o Bolsa Família?

Quando criado o Bolsa Família foi uma verdadeira revolução no Brasil. O programa de distribuição de renda no Governo Federal foi o responsável por tirar famílias do estado de extrema pobreza e possibilitar muitos jovens a continuar os estudos. São mais de 13 milhões de beneficiados em todo o país e até hoje é possível solicitar o Bolsa Família, só saber se você tem direito.

bolsa-familia-3

Como funciona o Bolsa Família?

O programa do Governo Federal consiste em um auxílio na renda mensal (em alguns casos a única fonte) para ajudar nas compras básicas familiares de alimentos, itens de limpeza e medicamentos.

O valor é pago em dinheiro via depósito em conta na Caixa. Todos os cadastrados possuem um cartão cidadão e de acordo com a numeração final é o seu dia de saque do benefício em uma agência da Caixa Econômica Federal ou Lotérica.

bolsa-familia-4

Membros de uma mesma família podem solicitar uma Bolsa Família desde que a soma das bolsas não ultrapasse meio salário mínimo. Também não se pode receber mais de dois benefícios por pessoa. Em caso de fraudes o beneficiário perde o direito ao pagamento de imediato e não pode receber novamente.

Quem tem direito a solicitar o Bolsa Família?

 As famílias com direito a receber o Bolsa Família devem ter renda mensal mínima de zero e máxima de R$ 170 por pessoa, não podendo somar meio salário mínimo. Estando nesta classificação possuem direito a receber o bolsa família pessoas:

  • classificadas como extrema pobreza por receber salário abaixo de R$ 85 mensais
  • grávidas de baixa renda por benefício de até 9 meses
  • crianças de 0 a 6 meses para ajudar na lactação
  • estudantes de 16 17 anos da rede pública

Mesmo que você esteja classificado nas regras acima é preciso estar na faixa de renda de classificação de baixa renda ou extrema pobreza. Exemplo: estando com filho de 3 meses em casa não é possível à criança receber o benefício se a família ganha dois salários mínimos.

Como posso receber o Bolsa Família?

É preciso procurar os pontos de cadastramento de sua cidade. Cada prefeitura montou um sistema diferente de local de coleta de dados. Ao se dirigir ao local depois de buscar a informação do endereço completo, tenha em mãos os seguintes documentos:

  • identidade
  • CPF
  • comprovante de residência
  • comprovante de renda
  • certidão de nascimento dos menores de idade a receber a bolsa

bolsa-familia-1

Cadastro feito é só aguardar a aprovação e esperar a data para receber o cartão e começar a receber o benefício. Os casos mais graves são solucionados mais rapidamente como grávidas em estado de extrema pobreza. Mas todos os dias novas pessoas são cadastradas em um período que pode durar menos de 30 dias.

É preciso pagar para se cadastrar no Bolsa Família?

Não é preciso pagar nenhuma taxa a atendente. Em especial porque todos os funcionários responsáveis pelo cadastramento do Bolsa Família estão a serviço do Governo Federal. Qualquer cobrança de taxa deve ser denunciada a funcionários do programa.

Como solicitar passe livre do idoso!

Idosos, estudantes e portadores de deficiência possuem o direito por lei de gratuidade no transporte público.

Esse serviço é conhecido como Passe Livre e capitais brasileiras e cidades interioranas estão regularizando pouco a pouco. É possível solicitar o Passe Livre do Idoso sem qualquer custo e de forma simples, o que você aprende a seguir.

O que é o Passe Livre do Idoso?

O Passe Livre do Idoso é um direito a não pagar passagem em transporte público. Esse direito é previsto em lei é assegurado desde a Constituição de 1988 e mais recentemente reforçado pelo pelo Estatuto do Idoso de 2003.

O Estatuto prevê que maiores de 65 anos não devem pagar passagem, mas em alguns Estados esta idade varia para maiores de 60 anos de acordo com leis municipais.

passe-livre-idoso-5

O funcionamento do Passe Livre do Idoso muda em algumas cidades mas no geral é bem simples.

Em alguns locais basta mostrar uma carteirinha para o motorista ou cobrador de ônibus e entrar de graça. Em outros o senhor ou senhora de idade avançada possui o direito de tirar um cartão eletrônico e usar o serviço como qualquer outro cliente sem precisar se identificar como idoso. A forma operacional muda mas o direito a gratuidade para o idoso é um processo nacional e funciona muito bem.

Como Tirar o Passe Livre do Idoso?

O modo para tirar o cartão muda de acordo com o Estado e as regras da cidade. O passo a passo é simples e muda apenas o órgão que vai reconhecer os documentos. Quem possui direito com maior de 65 anos deve:

  • ter em mãos seus documentos pessoais como identidade, CPF e comprovante de residência
  • levar os documentos até a sede do sindicato das empresas de transporte coletivo de sua empresa ou prefeitura da cidade ou outro posto de atendimento divulgado na mídia para fazer o serviço
  • solicitar o documento e preencher os dados necessários

Pronto. Seu cartão chegará em alguns dias no mesmo local solicitado. Marque o dia, volta ao espaço e com Passe Livre em mãos já pode desfrutar dos benefícios no mesmo dia.

Algumas empresas de transporte aceitam procuração para realizar o cadastro mas outras exigem pessoalmente a presença do passageiro. Verifique antes como é o processo em sua cidade.

É preciso ter Passe Livre do Idoso para andar de ônibus de graça?

Na maioria das cidades brasileiras sim, mas em alguns Estados como Rio de Janeiro e Recife é preciso apenas apresentar um RG. Vale ler com calma as regras de sua cidade e verificar como o processo para conseguir a gratuidade nos ônibus.

passe-livre-idoso-4

Em muitos casos é preciso apenas atualizar retirando uma segunda vida da sua carteira de identidade com a identificação Idoso Maior de 65 anos.

Outros benefícios do Idoso

O Estatuto do Idoso também traz outros benefícios listados para os maiores de 65 anos, como:

  • meia entrada em shows e eventos culturais por obrigatoriedade
  • gratuidade no IPTU
  • prioridade em processos jurídicos
  • isenção de imposto de renda
  • prioridade em programa habitacional
  • descontos em eventos culturais diferenciados, dentre outros.

 

Materias que caem no ENEM!

O Enem é uma das provas mais esperadas do ano. Elaborada pelo Ministério da Educação (MEC) é um exame usado para medir o nível de educação das escolas em todo o país.

Porém a sua importância é bem maior: é pré seletivo para programas como o Prouni, FIES e a nota vale para muitos vestibulares. Logo, dominar as matérias que caem no ENEM é necessidade para os alunos.

materias-do-enem-2

Por que fazer o ENEM?

O Exame Nacional do Ensino Médio por muitos anos não tinha valor para o estudante concluinte do ensino médio. Era opcional e a nota não tinha uso, fazia apenas quem queria testar-se um pouco mais para o vestibular.

Mas com o tempo a prova cresceu de nível e muitas universidades e faculdade adotaram o teste como vestibular. Muitas instituições possuem os dois: vestibular e prova do Enem, mas algumas apenas usam o ENEM.

O mais importante de fazer a prova anual é mesmo concorrer a bolsas de estudo do ProUni. O Programa Universidade Para Todos usa as notas do teste como seletiva para disponibilizar vagas para alunos de baixa renda em instituições de ensino superior pagas.

Já o FIES que também usa a nota da avaliação ajuda o estudante a financiar seus estudos no ensino privado e pagar apenas após diploma na mão, já inserido no mercado de trabalho.

Tanto para concorrer ao Fies com ao Prouni o aluno deve:

  • não tirar zero na prova de redação
  • ter nota nas outras matérias do Enem superior a 450

Quais matérias caem no ENEM?

A prova do ENEM possui conteúdos que englobam todo o conhecimento do Ensino Médio. Não é preciso focar apenas na prova se você é um bom estudante. Seu aprendizado vai ser testado apenas com conteúdo programado de sala de aula na escola, sem disciplinas extras.

materias-do-enem-4

As disciplinas que caem no Edital Enem 2017 são:

  • português – gramática, interpretação de texto e literatura (com leituras obrigatórias)
  • matemática – básica e geometria
  • geografia
  • história do Brasil e do mundo
  • biologia
  • física
  • química
  • inglês
  • educação artística
  • sociologia
  • filosofia

Como é a prova do Enem?

Durante dois dias de prova o aluno responde questões de múltipla escolha. São proposições para marcar A, B, C, D ou E e depois transpor tudo para o gabarito. No primeiro dia ficam os conhecimentos gerais com português e as disciplinas de humanas. O segundo dia é de matérias de exatas.

O aluno deve responder o caderno de questões e depois copiar as respostas em seu gabarito. É extremamente importante verificar qual seu tipo de caderno. Para evitar fila o teste possui quatro tipo de cadernos mudando apenas a ordem das questões e marcar errado pode resultar em uma nota zero no Enem.

Tirar zero no Enem pode?

Não. O aluno com zero em alguma disciplina ou na redação não terá nota válida para vestibular ou concorrer a qualquer programa do governo.

Também não pode deixar o gabarito em branco porque será considerado Zero, mesmo tendo entregado o caderno de questões totalmente marcado. Deve também preencher corretamente o cabeçalho da prova e gabarito ou terá a prova anulada.

Saiba como funciona o sistema de cotas no SISU

Pretende participar do SISU para conseguir uma vaga em uma universidade pública? Entenda como funciona o sistema de cotas do SISU e saiba se você pode concorrer a uma das vagas.

Se você está interessado em saber como funciona o sistema de cotas do SISU, provavelmente já sabe como é esse programa, mas se você está chegando agora, é fácil entender.

3

O SISU, Sistema de Seleção Unificado, é um programa criado pelo Governo Federal para classificar candidatos a vagas de universidades públicas com base na nota obtida por ele no ENEM. Isso significa, portanto, que para concorrer a uma dessas vagas é ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio.

Porém, não vale ter feito qualquer edição do ENEM. Só podem participar os candidatos que realizaram a última prova e que não tiraram zero na redação.

Modalidades de concorrência e tipos de cota do SISU

O SISU tem vagas reservadas para cotistas que pertencem à modalidade chamada ações afirmativas. Todas as outras pessoas pertencem à modalidade chamada ampla concorrência.

Veja quais são os tipos de cota do SISU:

  1. Candidatos que cursaram o ensino Médio em escola pública
  2. Candidatos que pertençam a uma família de baixa renda e comprovem uma renda mensal per capita de até 1 salário mínimo e ½
  3. Candidatos que sejam negros, pardos ou indígenas
  4. Algumas instituições, de acordo com políticas próprias, podem também considerar cotistas as pessoas com deficiência ou quilombolas

Portanto, se você pertence a um desses grupos e se candidata ao SISU, concorre na modalidade de ações afirmativas.

Outro ponto interessante a mencionar é que você concorrerá apenas com candidatos que possuem a mesma característica que você. Suponha que você busque uma vaga em um curso de Administração e seja um indígena. Seus concorrentes serão apenas indígenas que buscam a mesma vaga que você.

Documentação exigida

Uma das maiores dúvidas de quem vai concorrer a uma vaga pelo SISU na modalidade de ações afirmativas é sobre a documentação exigida.

2

Quando você faz sua inscrição, não precisa apresentar nenhum tipo de documento. Porém, no momento da matrícula, deverá apresentar uma série de documentos comprobatórios. Cada instituição segue seus próprios critérios de documentação.

As condições de cor e raça são autodeclaratórias e, nesses casos, não é necessário apresentar nenhum documento. Por outro lado, aqueles que concorrem por outro tipo de cota como os pertencentes a famílias de baixa renda, por exemplo, precisarão comprovar tal condição antes de efetivar a matrícula.

Quantas vagas são reservadas para cotistas?

O número de vagas reservadas para cotistas não é o mesmo em todas as edições do SISU. Além disso, a quantidade de vagas disponíveis não costuma ser divulgada abertamente antes da abertura das inscrições.

african college boy

Assim, você só saberá se o curso de seu interesse oferece vagas dentro da modalidade de ações afirmativas, ou seja, vagas para cotistas, no momento da inscrição. Ao selecionar o curso, será informado o número de vagas para cada uma das modalidades de concorrência.

São realizadas duas edições do SISU por ano, uma no primeiro semestre e outra no segundo. Fique de olho no site oficial para não perder o prazo.

Como Encontrar Empregos para Deficientes?

Concorrer a uma vaga no mercado de trabalho tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil, especialmente para os portadores de deficiência que ainda encontram dificuldades de aceitação e oportunidades escassas. Infelizmente, o mercado ainda é bastante preconceituoso e inflexível sobre esse assunto.

3

Por outro lado, muitos sites, associações e instituições passaram a olhar com mais carinho para as necessidades dos portadores de deficiência e, hoje, promovem a oferta de vagas exclusivas para PCD.

Se você é deficiente e está em busca de uma nova oportunidade de emprego, conheça as dicas que trouxemos prepare-se para entrar no mercado de trabalho com tudo!

Deficiente Online

No site Deficiente Online, é possível encontrar vagas em todos os estados brasileiros e ainda filtrar os resultados por cidade, escolaridade e palavra-chave.

O site é focado em profissionais com deficiência e, além de vagas de emprego, oferece também diversos materiais interessantes como leis, notícias e artigos úteis para portadores de deficiência.

Vagas.com.br

Atualmente, há mais de 700 vagas em aberto para pessoas com deficiência no site Vagas.com.br.

O candidato pode escolher a cidade, a área de atuação e o nível desejado para encontrar a vaga perfeita de acordo com o seu perfil.

InfoJobs

InfoJobs é uma plataforma de oportunidades profissionais que existe desde 2004 e oferece um espaço incrível para empresas e candidatos que querem anunciar ou encontrar uma nova vaga de emprego, inclusive os portadores de deficiência.

O filtro de buscas da InfoJobs é excelente e permite que você refine os resultados a partir dos seguintes filtros: estado, cidade, área profissional, especialização, cargo, empresa, tipo de contrato, data de publicação da vaga, faixa salarial e tipo de deficiência.

Catho

Pioneira no segmento de plataforma online de vagas de emprego, a Catho oferece vagas para portadores de deficiência e promove a inclusão desses profissionais no mercado de trabalho.

Os profissionais que utilizam a plataforma precisam pagar uma mensalidade, mas a assinatura para portadores de deficiência é gratuita!

Milhares de vagas estão disponíveis nas mais diversas áreas de atuação e também é possível encontrar cargos por ordem alfabética.

Fique de olho nos seus direitos!

O Artigo 93 da Lei nº 8.213 de 24 de julho de 1991, também conhecida como “Lei de Cotas”, prevê que empresas com mais de 100 funcionários são obrigadas a preencher de 2% a 5% do seu quadro de funcionários com portadores de deficiência ou beneficiários reabilitados.

2

Veja a proporção de acordo com o número de funcionários:

  • Até 200 funcionários: 2%
  • De 201 a 500 funcionários: 3%
  • De 501 a 1000 funcionários: 4%
  • De 1001 em diante funcionários: 5%

Se você desconfia que alguma empresa não está respeitando a lei, faça uma denúncia. Os órgãos que acompanham isso de perto são o Ministério do Trabalho e o Ministério Público do Trabalho.

A empresa que descumprir a lei terá que pagar uma multa que será calculada com base no número de funcionários com deficiência não contratados.

Faça valer os seus direitos e boa sorte na busca por uma vaga!